A vida é um forró do bão

foto por Edson Grandisoli
No forró pesado, xote colado, segurou bem forte aquela mão
Entrelaçou seus dedos nos dela e sorriu
O sorriso mais lindo daquela noite

A segurou forte pela cintura e guiou.
Aquela música durou uns 3 minutos
Ma era como se a vida se resumisse àquele  momento,
desde que ele chegou até ela, devagar, sorriu, sem falar nada,
segurou sua mão e a levou ali, pra dança da vida.

Demorou um pouco de ajustarem seus passos.
Ele era mais experiente, alguns pisões e desencontros depois
E finalmente encontraram seu ritmo.
Se conectaram.

E eram tantas voltas,
dessas voltas que a vida dá.
Que cada volta era mais linda,
mais perfeita
E deixava aquela dança da vida, embalada num forró gostoso,
cada vez mais linda, mais perfeita de se ver

Ele sorria e ela sorria de volta.
Sem dúvidas que o cúpido é nordestino
E a vida assistida lá de cima tem, com certeza, como trilha sonora, um forrozinho bem bão.

Post Author
Catherine Aviles
Estudante de publicidade, chocólatra e estouradinha. Escreve como válvula de escape do dia a dia (porque comer engorda!). Ama animais e acredita no amor "pra vida toda" (Tipo aqueles da Disney). Romântica enrustida, na vida real parece ser um molequinho mas tem um coração bonzinho. Suas paixões: Comida, viagens, comida, pessoas com conteúdo, comida, homens de sorriso lindo <3 (ah ela também gosta muito de falar, não sabe ser sintática nas coisas e continua escrevendo por que quem fala muito, escreve muito, tipo uma tendência, sabe?) GOSTA DE BOSSA NOVA E MPB, também dá umas arrochadas de vez em quando.

DEIXE SEU RECADO USANDO UMA DAS REDES SOCIAIS

Ancorada no Instagram

Junte-se a nós no Instagram