#Música – Face de Narciso (Jorge Vercillo)

Ainda falando sobre o amor, já escutaram a música do cantor Jorge Vercillo – Face de Narciso? Nessa música ele faz a pergunta o “O que é o amor?” diversas vezes. E  nos dá também diversas resposta.

Vocês conhecem do amor de Narciso? A história conta que um jovem chamado Narciso, filho do rio Cefiso e da ninfa Liríope, era o mais belo dos importais e fora desejado por deusas, ninfas e todos os jovens da Grécia Antiga. Com toda essa beleza e esse desejo que as pessoas tinham por Narciso a sua mãe ficou preocupada e procuro um sábio chamado Tirésias, para saber se seu filho iria viver muito. Este sábio falou que o garoto viveria longos anos se nunca se visse.

8b407f9f51f1fc13d84035f11e2c5056.jpg

Narciso vivia tranquilamente na sua cidade, mas nunca se apaixonava por ninguém, apesar de todas as ninfas serem apaixonadas por ele. Havia uma jovem ninfa chamada Eco que havia sido amaldiçoada por Heras, por ter ajudado a Zeus, seu marido, a traí-la. Devido a essa maldição, Eco não poderia fazer mais nada do que quisesse. O seu destino era repetir aquilo que ela ouvia. Ela estava apaixonada pelo jovem Narciso, mas como não podia se declarar para ele, ela o seguia em todos os lugares que ele ia. Um dia, Narciso foi caçar com alguns amigos, e Eco o seguiu sem que ele percebesse. Narciso se perdeu dos colegas e começou a gritar pedindo ajuda. Sem se revelar, Eco respondia aos apelos de seu amado: “Olá! Alguém me escuta?”, perguntou Narciso. “Escuta”, respondeu Eco. “Vem cá!”, pediu Narciso. “Vem cá!”, repetiu Eco. “Porque está a fugir?”, perguntou Narciso. “Porque está a fugir?” – retrucou Eco. “Juntemo-nos aqui” – implorou Narciso. “Juntemo-nos” – repetia Eco. “Antes, morrerei, que o amor no uma” – implorou Narciso. “Amor nos una” – repetiu Eco. Sabendo que Narciso estava apaixonado, mas não por ela, Eco se isolou deixando de se alimentar, transformando-se em um rochedo, que era capaz apenas de repetir o que era vos dito. As ninfas se revoltaram com o destino de Eco e pediu que Nêmesis condenasse Narciso a um amor impossível. Certo dia, Narciso aproximou-se de uma fonte para beber água. Ao ver seu reflexo, apaixonou-se por si próprio. Pelos seus olhos, morreu de amor.

Um amor como esse, que nos pode cegar e tirar a nossa razão fazendo com que deixemos a nossa vida de lado, será realmente que podemos considerar um tipo de amor?!

Post Author
Bianca Rocha
Aquariana e bipolar, moça da cidade mas que passou a maior parte da vida na interior. Hoje, depois de muitos desencontros com o que seguir profissionalmente, estuda jornalismo e gosta de ouvir histórias iguais as que o seu pai contava quando ela era pequena.

DEIXE SEU RECADO USANDO UMA DAS REDES SOCIAIS

Ancorada no Instagram

Junte-se a nós no Instagram