Por falar em saudade…

dfdd5e4d5036d62b6f5bd7f36fa845dd

A saudade que eu sinto não é uma saudade boba que passa ao te ver passar no  corredor da faculdade. Ou de até mesmo de sentar-se ao meu lado na hora da  aula. Muito menos de conversar com você.

A saudade que eu sinto é de uma conversa tranquila, igual as de um ano atrás. Não, eu não quero que tudo fique melado como era há um ano atrás, mas gostaria que o clima fosse um pouco menos pesado.

Sinto saudades também da paixão que nunca deveria ter esfriado. É preciso reacender a  chama que se apagou. Esse tempo que nos permitimos deve servir para alguma coisa. Ou ele dará um basta nisso tudo, ou irá nos servir de lição para nunca mais se afastar.

Sinto saudade de sua cama, do seu cheiro, sua barba e de namorar durante os domingos. Saudade eu sinto também de você em minha cama, da gente fazendo nada juntos, da leveza da nossa relação.

Não perco a esperança de um dia a leveza voltar a reinar e da gente viver bem. Como amigos ou namorados. Como colegas ou até mesmo casados.

E como dizem por aí: por falar em saudade, por onde anda  você se não aqui do meu lado me acalmando e me trazendo a  paz que eu preciso?!

Post Author
Bianca Rocha
Aquariana e bipolar, moça da cidade mas que passou a maior parte da vida na interior. Hoje, depois de muitos desencontros com o que seguir profissionalmente, estuda jornalismo e gosta de ouvir histórias iguais as que o seu pai contava quando ela era pequena.

DEIXE SEU RECADO USANDO UMA DAS REDES SOCIAIS

Ancorada no Instagram

Junte-se a nós no Instagram